Análise e identificação e resolução de problemas de Wi-Fi | NETSCOUT

Análise e identificação e resolução de problemas de Wi-Fi

As redes sem fio costumavam ser simplesmente para fins de conveniência, mas, graças às organizações de TI de hoje, as redes Wi-Fi podem executar aplicativos de alto desempenho vitais para as empresas ou, no caso de instalações médicas, fornecer informações que podem salvar vidas aos médicos, enfermeiros e aplicativos de assistência à saúde. O crescimento explosivo dos tablets, Netbooks e outros dispositivos móveis levou a demanda por serviços de Wi-Fi ainda além, à medida que esses BYODs (Bring Your Own Devices) são trazido para o local de trabalho e esperam que haja conectividade.

No passado, as redes sem fio eram usadas somente em locais focados, para alguns aplicativos baseados em dados. Agora, esses dispositivos exigem serviços de voz, vídeo e dados que sejam móveis. Para atender a essas demandas, alguns ambientes de rede sem fio estão exigindo revisões completas para fornecer cobertura completa de sinal sem fio e conectividade de alta qualidade em altas velocidades, sem sacrificar a segurança. No passado, o suporte a novos usuários exigia somente a adição de novos pontos de acesso. Esse já não é mais o caso. Uma vez que o usuário sem fio de hoje exige mais largura de banda para aplicativos comerciais vitais de alto desempenho, além de voz e vídeo, a qualidade do sinal e cobertura completa são indispensáveis.

Quais são as tendências?

Se já não têm um engenheiro de rede sem fio, as organizações de TI logo irão precisar de um. Uma vez que a rede sem fio é, agora, um serviço vital para a empresa, ela exige competências de monitoração, análise e identificação e resolução de problemas específicas de Wi-Fi. Em muitos ambientes de rede sem fio, os engenheiros estiveram apenas preocupados somente com a cobertura do sinal - uma área bem coberta era a meta, e bastava fornecer um serviço aceitável. Esse já não é mais o caso.

Para dar suporte a aplicativos de voz, vídeo e de alto desempenho empresarial, precisamos de boa qualidade também, o que exige baixa interferência, planejamento correto do canal e entendimento de Análise de Espectro para localizar interferentes. As empresas também podem precisar reforçar suas políticas de uso de redes sem fio que afetem tablets e telefones inteligentes, porque seu uso continuará a aumentar regularmente no local de trabalho. Devido ao fato de que a maioria dos tablets e smartphones tem rádios de menor potência do que computadores laptop, cobertura e qualidade de sinal ruins terão um impacto maior sobre eles, o que exigirá um ambiente de rede sem fio mais robusto. Além disso, a necessidade de segurança dentro de uma rede sem fio é obrigatória. Ser capaz de detectar e bloquear ataques antes que contaminem a rede também é obrigatório.

Considerações chaves

No caso de uma rede sem fio doméstica, basta comprar um roteador 802.11n e conectá-lo à rede. Isto não funciona em um ambiente empresarial. As implicações da migração para um 802.11n, juntamente com todas as questõers de interferência e de canais devem ser plenamente compreendidas. Os dispositivos móveis têm rádios de menor potência do que os rádios tradicionais de laptops, por isso, eles exigirão mais cobertura de sinal, a fim oferecerem um desempenho similar. Além disso, os dispositivos móveis abrem um caminho novo para que hackers cheguem ao ambiente de rede, porque eles podem ser invadidos de modo a criar uma backdoor que evite os mecanismos de segurança. Essas ameaças precisam de ser compreendidas e mitigadas através de políticas de uso e varreduras constantes do local. O aumento de pontos de acesso para dar suporte a usuários de dispositivos móveis pode impor uma carga maior sobre o cabeamento da infraestrutura. Além dos dados dos usuários, estes cabos transmitem energia para estes dispositivos de infraestrutura. Cabos legados podem não estar preparados para o aumento na carga de dados e potência.

Melhores práticas

As empresas de hoje devem se preparar para a entrada constante de dispositivos móveis que exigem grande largura de banda. Para isso, é preciso conduzir uma pesquisa completa do local, antes de adicionar pontos de acesso extras. É preciso buscar mais do que apenas cobertura de sinal. Identifique as áreas onde o throughput é baixo, onde os canais se sobrepõem e causam a interferência e onde os interferentes estão localizados.

Uma ferramenta de análise de espetro deve ser usada para identificar e encontrar os interferentes, que incluem fornos de microondas, dispositivos BlueTooth, telefones sem fio, câmaras de segurança e outros dispositivos inesperados. Avaliações da segurança são vitais em ambientes sem fio, e devem ser conduzidas regularmente. As empresas devem pensar em uma solução de WIPS/WIDS para proteger a rede, bem como o uso de SSIDs guest para dar suporte a tablets e outros dispositivos móveis e, assim, proteger aplicativos empresariais de usuários ocasionais e de hackers que possam comprometê-los.

Quando os usuários têm problemas de se conetarem ao ambiente sem fio, ou quando o desempenho é baixo, são necessários ferramentas portáteis para validar, identificar e resolver esses problemas. As caraterísticas internas dessas ferramentas devem levar simplicidade a um ambiente sem fio complexo, permitindo que os técnicos de rede resolvam problemas sem precisar da experiência de especialistas em sistemas sem fio.

Qual é o seu uso primário?

As redes atuais estão em constante evolução. A expansão da infraestrutura e a implantação de novas tecnologias proporcionam desafios constantes para os profissionais de rede. Com a ferramenta certa, a maior parte da equipe pode solucionar problemas com mais rapidez e menos decepções.

A família de produtos da NETSCOUT foi projetada para fazer exatamente isso. Deixe-nos guiá-lo até uma solução.

Comece selecionando o que gostaria de fazer -

 
 
 
 
Powered By OneLink