As 8 principais coisas que seu aplicativo de teste de Wi-Fi não está dizendo a você | NETSCOUT
White Paper
| White Paper |

As 8 principais coisas que seu
aplicativo de teste de Wi-Fi não está dizendo a você

Há muitos aplicativos para smartphone e tablet disponíveis para testes de Wi-Fi. A maioria deles é gratuita ou custa menos de US$ 100, tornando-os uma escolha atraente (no início) para as pessoas que precisam verificar e manter serviços Wi-Fi com baixo custo. Mas tempo é dinheiro e o custo de não resolver os problemas do serviço Wi-Fi porque seu aplicativo de teste é incapaz pode ser muito maior do que o custo de uma ferramenta altamente eficaz e profissional.

1. Utilização de canal devido a tráfego Wi-Fi

O que é

A porcentagem de tempo que um canal é utilizado com tráfego de acesso Wi-Fi. Não é a mesma do número de pontos de acesso em um canal.

Por que é importante

Um canal de acesso Wi-Fi é dividido por tempo entre todos os pontos de acesso e dispositivos de clientes que estão no canal em uma área de cobertura sobreposta. Cada vez que um dispositivo AP/cliente transmite, todos os outros dispositivos no canal têm que esperar e bastante espera aumenta a lentidão. Assim, a alta utilização do canal é um fator primordial de desempenho lento e precisa ser medida com precisão.


2. Utilização de canal devido a interferências

O que é

A porcentagem de tempo que um canal é utilizado com sinais que não são Wi-Fi de fontes de interferência.

Por que é importante

Quando os sinais de interferência ocupam um canal de acesso Wi-Fi acima de um certo nível de potência, os dispositivos Wi-Fi não podem transmitir. Com menos tempo para transmitir o tráfego Wi-Fi, os dispositivos Wi-Fi têm desempenho lento. Além disso, se os sinais de interferência são altos o suficiente e com suficiente tempo de antena, eles podem prejudicar a conectividade Wi-Fi.


3. taxas de repetição

O que é

A porcentagem dos quadros de acesso Wi-Fi transmitida que tem de ser retransmitida. Uma taxa de repetição deve ser medida em relação às transmissões de um dispositivo específico ou para todas as transmissões em um canal.

Por que é importante

Quando um dispositivo transmite um quadro de Wi-Fi, ele precisa receber uma confirmação do destinatário. Se não receber uma confirmação, ele retransmitirá esse quadro. Um quadro pode não chegar ao seu destino devido a condições de transmissão insuficientes, como interferência, ruído, atenuação de sinal ou congestionamento.

As repetições têm o impacto do uso do tempo valioso do canal no ar, resultando em maior utilização do canal, o que vai tornar mais lentas as coisas para todos nesse canal. Uma taxa de repetição alta também é um claro indicador de condições de transmissão insuficientes.


4. Onde está aquele ponto de acesso desonesto ou dispositivo de cliente não autorizado?

O que é

Um ponto de acesso não autorizado que opera na mesma área que uma rede autorizada. Ele pode ou não estar ligado à rede de infraestrutura de telefonia fixa.

Por que é importante

Pontos de acesso (Access Points, APs) não autorizados ou desonestos representam uma ameaça significativa à segurança. Eles também podem afetar negativamente o desempenho de usuários autorizados. Mesmo os pontos de acesso desonestos que não estão conectados à rede de telefonia fixa podem ser riscos de segurança por tornarem desconhecidos os usuários que se conectam a eles. Localizá-los rapidamente é fundamental para removê-los e mitigar os riscos de segurança e desempenho.


5. Quais clientes estão conectados?

O que é

Visibilidade de quais dispositivos do usuário, ou clientes, estão associados a quais SSIDs e pontos de acesso.

Por que é importante

Compreender a infraestrutura de rede (pontos de acesso) é importante, mas saber a conectividade do cliente pode ajudar imensamente a determinar se muitos clientes estão causando alta utilização do canal, se os clientes estão se conectando a pontos de acesso que não deveriam (por exemplo, muito longe), se os clientes de 802.11 b herdados estão conectados e não deveriam estar, se dispositivos não autorizados estão conectados e muitas outras questões. Isto também é valioso para a resolução de problemas específicos de conexão do cliente, por exemplo, se o dispositivo cliente do usuário está conectado a um ponto de acesso específico. Também ter visibilidade das taxas de dados às quais os clientes estão conectados é vital para diagnosticar problemas de desempenho.


6. Quais clientes não estão conectados, mas estão sondando as redes?

O que é

Visibilidade de quais dispositivos de usuários ou clientes não estão associados a um SSID, mas transmitindo sondas para SSIDs.

Por que é importante

Um cliente não associado transmite sondas para SSIDs que ele está procurando, como SSIDs às quais o usuário se conectou anteriormente. Essas sondas clientes utilizam tempo de antena em múltiplos canais, muitos dos quais podem ter um impacto real sobre a utilização e o desempenho do canal. É também uma questão de segurança. Uma sondagem do cliente pode ser um alvo para um ataque e também pode ser a origem de um ataque. E, em geral, saber que tipos de dispositivos estão em seu ambiente, independentemente de eles estarem associados a uma rede, é útil na compreensão das necessidades do caso de uso de sua rede.


7. Que serviços de rede estão funcionando (ou não)?

O que é

Além da conexão sem fio a um ponto de acesso, serviços como endereçamento DHCP e DNS, bem como LAN, WAN e conectividade de banda larga aos recursos da rede, precisam estar funcionando para serem úteis por Wi-Fi.

Por que é importante

Muitas vezes, quando um usuário de acesso Wi-Fi não pode acessar um site da web ou fazer download de um arquivo, o problema fica atribuído à conexão sem fio. Mas o problema pode residir na telefonia fixa. O DNS pode não estar disponível, por exemplo, ou não há nenhuma conectividade com a internet. Saber disso pode economizar muito tempo em vez de procurar um problema de acesso sem fio que não existe.


8. Configuração detalhada do ponto de acesso

O que é

Os muitos 802.11 parâmetros de configuração para os quais é definido um ponto de acesso.

Por que é importante

Um aplicativo pode dizer que segurança é usada por um ponto de acesso (por exemplo, WEP, WPA2 pessoal, WPA2 corporativo), mas existem muito mais detalhes que podem fazer com que uma rede não funcione: (A) Que taxas de dados são suportadas? (B) Os dispositivos legados são suportados? (C) Que larguras de canal são suportadas? (D) O intervalo de guarda curto é usado? (E) Quantos fluxos espaciais são usados? (F) e muitos mais.


As ferramentas profissionais da NETSCOUT o tornarão um herói quando você for capaz de chegar à causa principal dos problemas e fizer o serviço de Wi-Fi operar rápida e suavemente.

O AirCheck G2 é o principal testador portátil de Wi-Fi para profissionais porque permite que eles abordem a maioria dos problemas de Wi-Fi mais rapidamente. O rádio personalizado oferece os principais testes e medições descritos aqui, e o fator de forma portátil pequeno, mas robusto, o torna adequado para qualquer ambiente.

O AirMagnet WiFi Analyzer PRO é o principal software do setor para resolução de problemas da rede sem fio que permite que profissionais de TI analisem facilmente e com precisão ambientes 802.11a/b/g/n/ac sem perder nenhum tráfego ou se perder na análise do pacote demorada.

 
 
Powered By OneLink