Notas de aplicativos: Voz sobre IP (VoIP) | enterprise.netscout.com

Notas de aplicativos: Voz sobre IP (VoIP)

Voice over IP, ou VoIP, é uma tecnologia razoavelmente comum, que causa intermináveis frustrações à equipe de gerenciamento de infraestrutura e, mais tipicamente, aos engenheiros de rede. Embora o uso da rede padrão para transportar chamadas de voz como um meio de economizar dinheiro pareça uma decisão fácil, há uma penalidade na quantidade de tráfego que a infraestrutura deve suportar. Não só isso, a natureza desse tráfego é ligeiramente diferente que a do transporte tipo de aplicativos.

VoIP utiliza o protocolo UDP, que é inerentemente sem conexão. O que isso significa é que se um pacote for perdido, ou a entrega demorar muito, o remetente dos dados não tem mecanismo para re-enviar ou ajustar a taxa pela qual os dados são enviados. Quando um ambiente adiciona um número significativo de usuários de VoIP, isso pode afetar as utilizações atuais de segmentos de rede, reduzindo tanto qualidade de chamada quanto a velocidade do desempenho de aplicativos TCP padrão. O TCP, quando se vê diante de um atraso adicional, pode gerar um intervalo ou re-enviar dados quando não for reconhecido apropriadamente (o TCP é orientado para conexões). Portanto, aplicativos e VoIP existem como yin/yang, e a visibilidade no desempenho de ambos em uma plataforma unificada é essencial para garantir a experiência apropriada do usuário final.

São alguns dos fatores-chave que afetam o desempenho de VoIP:

  • Perda de pacotes - colisões, erros, UDP
  • Rede - estouro, largura de banda
  • Problemas de configuração de QOS
  • Codec de áudio – a maioria é paronizada, preste atenção no proprietário
  • Latência – distância é resistente e o número de saltos
  • Tremulação e buffer de tremulação - tempo diferente e ordem diferente

Embora existam mecanismos pelos quais a engenharia pode ajustar e regular as interações de VoIP e da infraestrutura, o impacto no desempenho só pode ser adivinhado, a menos que um acompanhamento adequado esteja em vigor. Se a largura de banda é motivo de preocupação, por exemplo, o VoIP pode ser comprimido. O dilema com este exemplo é que qualquer perda será muito mais significativa para a qualidade da chamada. É por isso que recomendamos executar a análise do tráfego primeiro, para verificar se todo o tráfego é essencial para os negócios e, talvez, usar políticas para remover o tráfego indesejado primeiro, antes de ajustar as configurações de chamadas.

A chave para solucionar problemas de VoIP são os dados sincronizados de gerenciamento do desempenho através da composição do tráfego, o desempenho de aplicativos e a qualidade do fluxo de VoIP, por local. Embora existam soluções que monitoram VoIP, Aplicativos, e Análise de Tráfego, nenhuma delas tem um único UI de tempo correlacionado com fluxos de trabalho bem projetados para trabalhar com múltiplos públicos de TI. Já que a maioria da equipe de TI está agrupada e é especializada, ter uma solução que esteja ciente de todos os três permite a colaboração e a redução das acusações com usuários finais mais felizes.

A maioria das redes utiliza tecnologias QoS a fim de proteger e priorizar seu tráfego de VoIP marcando esse tráfego em nível de dispositivo com um marcador de fila (Ponto de Código de Serviço Diferenciado ou DSCP), em seguida definindo parâmetros sobre como os dispositivos em sua rede tratam esse tráfego. Geralmente incluem a permissão de tráfego de primeira prioridade quando são encaminhados através do dispositivo, bem como algum tipo de limite de taxa. Esse limite de taxa normalmente é colocado em vigor exatamente para o problema levantando anteriormente neste documento, onde o UDP é capaz de executar excessivamente o TCP e, em seguida, ter um efeito nocivo sobre o desempenho de aplicativos essenciais para a missão. Quando os negócios não têm mais a capacidade de utilizar o ponto de vendas, a contabilidade ou retornar em sistemas de bancos de dados com altos níveis de desempenho, não somente há uma percepção de baixo desempenho pelos usuários desses aplicativos, mas também pelos clientes que a própria empresa atende.


O TCP é confiável, ordenado e pesado (na configuração e na remoção, acima de reconhecimento uniforme) enquanto o UDP não é confiável, é leve, não ordenado e não tem qualquer controle de congestionamento. Essas tecnologias subjacentes, bem como um entendimento de como entram em conflito, são essenciais para poder monitorar com êxito e mensurar o desempenho desses serviços díspares para os negócios. Embora sejam diferentes, utilizam a mesma infraestrutura. Vamos examinar os vários métodos de monitoramento que podem auxiliar você no gerenciamento eficaz do VoIP.

O utilitário Visual TruView™ mostra o desempenho de VoIP em três modos diferentes. A um nível elevado, os relatórios da UI sobre o desempenho em nível de rede, mostrando a qualidade geral de fluxo e a sinalização de chamada, dividindo ainda mais pelos piores sites. Nesse ponto, um usuário pode selecionar um site e ir para uma página de contexto do site. O usuário também pode pesquisar em sites e selecionar um que seja especificamente para a solução do problema. A partir de um contexto de site, um usuário pode detalhar até uma única chamada (ou, mais uma vez, pesquisar por número de telefone e localizar diretamente para solucionar problemas em um usuário/telefone específico).

A página VoIP Network mostra o desempenho do tráfego de VoIP de sua rede, incluindo qualidade do fluxo, sinalização de chamadas e qualidade do site.

VoIP

Local – Veja o desempenho detalhado do sinal e qualidade da chamada para um local individual. Identifique rapidamente destinos de chamadas e Classe de serviço.

VoIP

Chamada – Veja todas as chamadas que ocorreram conectadas. O ícone verde indica que a chamada está em progresso.

VoIP

O TruView oferece percepção do tráfego de VoIP, e nossos clientes também podem visualizar, em tempo real, como os aplicativos e o VoIP estão disputando os recursos da rede:

Tráfego

Essas visões, bem como as de desempenho de aplicativos por tempo de resposta do usuário final, e o desempenho de VoIP, permitem que os proprietários de redes não somente vejam o impacto das mudanças na engenharia, mas também auditem esses efeitos em tempo real. Essas visões correlacionadas, por tempo e por site, realmente diferenciam nossas soluções.

O TruView oferece visibilidade única sobre o quanto sua infraestrutura de VoIP apresenta ou não um bom desempenho! O que torna a abordagem do TruView diferente é que não se trata apenas de uma ferramenta de monitoramento que o alerta quando a degradação de chamadas ocorreu, mas permite que você chegue rapidamente a cada chamada individual para entender os fatores subjacentes da degradação. Não paramos aí apesar de o TruView permitir que você recupere o fluxo de pacotes para cada chamada a fim de reconstruir e até mesmo reproduzir a chamada real da forma que ocorreu pelos cabos!

Visibilidade
 
 
Powered By OneLink