Solução não profissional de problemas - ainda uma das principais causas de problemas não resolvidos em TI | NETSCOUT

Solução não profissional de problemas - ainda uma das principais causas de problemas não resolvidos em TI

by Chris Greer

Tente este exercício quando você dispuser alguns minutos. Pegue um quebra-cabeça de 100 peças, ponha uma venda nos olhos, despeje as peças em uma mesa e monte-o.

Possível? Bem, se forçarmos as peças para adaptá-las, tecnicamente podemos conectar todas, mas quando retirarmos a venda as coisas podem parecer um pouco bagunçadas.

Isto ilustra a situação em que os engenheiros de TI de hoje podem se encontrar. Os problemas de rede e aplicativos estão aumentando em escopo e complexidade, e resolvê-los exige completa visibilidade do caminho que vai do cliente à base de dados na outra ponta. Por que? Para resolver isso, vamos examinar o processamento de um pedido do cliente, partindo do teclado do cliente à resposta do servidor para considerar quantos dispositivos ao longo do caminho são necessários para assisti-lo. Assim, podemos determinar se há "buracos" na visibilidade em nosso próprio ambiente da TI.

Do teclado do cliente à entrega do aplicativo

Primeiramente, o cliente se conecta com o(s) servidor(es) de aplicativo(s). Vamos supor que estes estão situados em um centro de dados que controlamos, e não em um ambiente público ou hospedado em nuvem. Além disso, vamos supor que a pessoa está se conectando de uma sala de conferência, usando um laptop, sem fio. Para conectar-se, o cliente deve primeiramente conectar-se ao ambiente de WiFi, conseguindo uma frequência de dados e sinal que sejam claros o suficiente para suportar a taxa de transferência do aplicativo. Após a autenticação com o domínio, o cliente pede o IP do servidor do aplicativo do servidor do DNS que permite, então, a conexão com o(s) servidor(es) do aplicativo. No caminho até o ambiente do servidor, os pacotes do cliente podem atravessar uma série de dispositivos da rede, tanto físicos quanto virtuais, que podem incluir MPLS ou outros ambientes da WAN de um provedor de serviços.

Uma vez no centro de dados, um pedido pode inicialmente ser processado por um equilibrador de capacidade, que o envia a um servidor "front-end" (na dianteira) disponível. Neste momento, o aplicativo pode exigir transações back-end aos servidores de aplicativos ou base de dados, que podem estar presentes no mesmo ou em ambientes virtuais adjacentes. Depois que uma resposta é formada, finalmente será transmitida de volta ao cliente em um trajeto de rede similar, espera-se que sem congestionamento ou perda do pacote. De todos estes componentes no ciclo de vida do pacote (pode haver mais em alguns ambientes), quantos estamos monitorando eficazmente? Isto incluiria não somente o monitoramento no segundo atual, para questões que estão acontecendo agora, como também os dados de um tempo atrás, para problemas intermitentes que parecem ir e vir. Depois de pensar em todos os componentes exigidos para entregar aplicações de alto desempenho, podemos descobrir que há grandes "buracos" em nossa visibilidade, tornando-nos cegos nestas áreas na hora de resolver problemas.

The OptiView XG and TruView provide the comprehensive tools necessary for complete end-to-end visibility of application delivery. O OptiView XG fornece dados no atual-segundo e de um tempo atrás para os ambientes de rede sem fio e com fio, incluindo as características detalhadas do Visual Path Analysis que localizam problemas de rede no trajeto do pacote. In the application environment, the TruView leverages stream-to-disk packet storage, application response time, transaction analysis, and flow data to isolate problems to a single link, server, or transaction.
Com esses dois produtos, os locais cegos de visibilidade da rede e do aplicativo são coisa do passado. Isto permite que os engenheiros de TI encontrem com rapidez e clareza a causa-raiz dos problemas que afetam o desempenho.

 

Recursos relacionados de redes de TI
 

Continue to our Network Insider Blog for more on network monitoring, analysis and troubleshooting

 
 
Powered By OneLink