Ficha técnica: Assistente de Rede OneTouch AT 10G - Teste <br>de desempenho | enterprise.netscout.com

Ficha técnica: Assistente de Rede OneTouch AT 10G - Teste
de desempenho

Certifique-se de que redes recém-instaladas ou atualizadas atendam aos objetivos de SLA e estejam prontas para os novos aplicativos de alta largura de banda, medindo o desempenho do caminho de ponta a ponta. Meça a taxa de transferência, perda de quadro, latência e intermitências em redes de área ampla e local, e dentro de unidades e centros de dados. Teste a taxas de até 10 Gbps em links de cobre ou fibra ótica, quando o testador OneTouch AT 10G estiver emparelhado com um Tablet de Análise de Rede OptiView XG. Teste a taxas de até 1 Gbps quando o testador estiver emparelhado com outro testador OneTouch AT ou um LinkRunner AT 2000.

Gerentes de redes corporativas usam os testes de desempenhos de cabo para:

  • Avaliar o desempenho da rede antes da instalação de novos serviços ou da infraestrutura de rede
  • Validar o desempenho da infraestrutura de rede recém-instalada e links críticos da rede na LAN ou no centro de dados
  • Resolução de problemas de desempenho da rede e de serviço
  • Verificar de forma independente se os prestadores de serviço estão cumprindo os níveis acertados de serviço (SLAs) e mantendo o QoS de ponta a ponta

Prestadores de serviço e integradores de sistema usam os testes de desempenho de cabos para:

  • Documentar o desempenho da rede a partir da camada 1 até 7, onde a documentação serve como prova de que os serviços foram prestados com sucesso
  • Prestar serviço de valor agregado aos seus clientes corporativos, na forma de avaliações e resolução de problemas da rede

Avaliação da rede pré-implementação

Use os testes de desempenho de cabo para medir a resposta da rede com taxas, durações, tamanhos de quadro e níveis de serviço (DSCP) diferentes. Meça a perda de quadro, latência e intermitência para entender a capacidade da rede de suportar tráfegos ou serviços novos ou adicionais, como VoIP ou vídeo. Faça o contraste do desempenho upstream e downstream de links assimétricos. Adicione testes de desempenho de cabo a um perfil AutoTeste, para estabelecer uma melhor prática padronizada de avaliação a ser usada por todos na organização.

Validação de desempenho WAN, LAN e centro de dados

Use os testes de desempenho de cabo para confirmar se a infraestrutura de rede recém-instalada está operando conforme projetado. Por exemplo, em um centro de dados, verifique se um novo switch, com portas de cobre a 10G, está corretamente configurado e pode se comunicar a taxas de até 10Gbps, com perda de quadro, latência e intermitência nas tolerâncias especificadas. Em uma LAN, verifique se os links críticos de fibra ótica a 10G atendem aos critérios de aceitação de serviço upstream e downstream. A validação reduz os riscos de problemas futuros, ao identificar problemas que podem ser fixados antes da rede entrar em operação e afetar usuários finais. Um processo padronizado de validação, baseado em AutoTeste, que seja simples o bastante para que qualquer pessoa complete projetos mais rapidamente.

Verificação de SLA

Dada a natureza sem fronteira da maioria das redes, com muitas aplicações residindo em centros de dados compartilhados ou fornecidos por prestadores SaaS pela internet, o desempenho de links WAN está cada vez mais se tornando crítico ao negócio. Gerentes corporativos podem, de forma independente, verificar se os prestadores de serviço estão cumprindo os níveis acertados de serviço (SLAs) e mantendo o QoS de ponta a ponta.

Resolução de problemas de rede e de serviços

Isolar a causa raiz de um problema de conectividade ou de um aplicativo lento pode ser difícil, sem as ferramentas e os processos certos. O resultado é perda da produtividade do usuário final, MTTR longo e tickets de problemas abertos. Teste de desempenho de cabos a taxas operacionais (menos que na taxa de linha em conjunto com outras ferramentas de resolução de problemas, embutidas no testador OneTouch AT 10G, agiliza a identificação e a resolução do problema. Perfis padronizados de AutoTeste, apresentando indicadores claros de aprovação/reprovação, e uma interface fácil de entender, torna a resolução de problemas simples para todos, inclusive técnicos inexperientes. Problemas intermitentes podem ser particularmente desafiadores para a resolução, pois sua ocorrência é geralmente imprevisível e temporária. Execute o AutoTeste repetidamente, por um longo período, para isolar e resolver problemas intermitentes. O AutoTeste pode ser definido para execução de forma autônoma, sem interação do usuário. Os resultados são carregados automaticamente ao serviço de nuvem, e apresentados em gráficos codificados por cores para simplificar a identificação de problemas intermitentes.

Documentação

Em geral, exige-se que prestadores de serviço e integradores de sistema forneçam documentação para provar que os serviços foram prestados com sucesso. Pode se exigir que os técnicos da empresa forneçam documentação para fechar um ticket de problemas. O testador OneTouch AT 10G inclui um recurso para relatórios, para documentar completamente o desempenho da rede. Os amplos relatórios em PDF podem ser exportados a um drive local ou acessados remotamente, usando o serviço de nuvem.

Instrumentalizando sua rede

Os testes de desempenho de cabos medem o desempenho do caminho da rede, de ponta a ponta. Um instrumento de teste é necessário em cada ponta do link sendo testado. O testador OneTouch AT 10G será colocado em uma ponta. Há opções para que o instrumento de teste seja posicionado na outra ponta do link.

Bom: Auto testador de rede LinkRunner AT 2000

O testador de rede LinkRunner AT 2000 é a escolha mais econômica para teste de desempenho de cabo, de até 1 Gbps. Este testador suporta medição de desempenho em ida e volta, conforme o método de teste 2544 IETF RFC.

Melhor: Assistente de Rede OneTouch AT e Assistente de Rede OneTouch AT 10G

Um segundo testador OneTouch AT 10G ou um OneTouch AT 1G suporta o teste de desempenho de cabo até 1 Gbps. Estes testadores suportam a medição bidirecional do desempenho upstream e downstream de links assimétricos. O método de teste é IETF RFC 2544.

Ideal: Tablet com OptiView XG Network Analysis

Um Tablet de Análise de Rede OptiView XG suporta o teste de desempenho de cabos até 10 Gbps. O instrumento permite medições bidirecionais conforme a recomendação ITU Y.1564. O testador OptiView XG também suporta até 4 fluxos simultâneos de teste.

 
 
Testador remoto (ponto final)
OneTouch AT 10G como local LinkRunner AT 2000 OneTouch AT OneTouch AT 10G OptiView XG
Taxa ≤ 1 Gbps  
1 fluxo de tráfego  
Método de teste 2544 IETF RFC  
Resultados de ida e volta      
Resultados bidirecionais  
Perda de quadro, latência, intermitência
Taxa ≤ 10 Gbps      
≤ 4 fluxos de tráfego      
Método de teste ITU Y.1564      
Taxa de transferência, disponibilidade, taxa de informações, taxa de velocidade máxima      
Teste de classe de serviço, política de tráfego      
 
 
Powered By OneLink