Notas de aplicativos: Analisando a perda de pacote e os problemas de latência das redes LTE com análise multisegmentada | enterprise.netscout.com

Notas de aplicativos: Analisando a perda de pacote e os problemas de latência das redes LTE com análise multisegmentada

Introdução

Ao realizar a resolução dos problemas das taxas de transferência de dados das redes LTE, a preocupação primordial é a perda de pacote e a latência. Em muitos casos, uma captura simultânea será necessária, a partir de múltiplos segmentos ao longo do caminho da rede para determinar em que ponto ou em qual interface o dispositivo está perdendo pacotes ou tendo problemas de latência. É possível ter múltiplos dispositivos de captura em diferentes pontos no caminho do tráfego ou coletar capturas de ambos os lados de um único dispositivo. A Network Time Machine (NTM), da NETSCOUT, é capaz de coletar as capturas de diferentes pontos para gerar uma representação única do fluxo dos pacotes através de diferentes segmentos/saltos. Isso é chamado de análise multisegmentada.

Considerações da LTE/ QCI

A LTE é uma rede com alternância de pacotes de ponta a ponta, projetada primordialmente para serviços de dados de alta velocidade. Para suportar eficientemente a variedade de requisitos do QoS de diferentes aplicativos do IP, a rede LTE usa o conceito de "portador" como o elemento central do controle de QoS. Cada portador do Evolved Packet System (EPS) é definido entre o Packet Data Network Gateway (PDN-GW) e o equipamento do usuário, mapeando para um conjunto específico de parâmetros QoS, tais como taxa de dados, latência e taxa de erro do pacote.

  • Perda do pacote: Um dos principais problemas na resolução de problemas da rede LTE é a perda de pacote. Devido à alta velocidade de tráfego sendo capturada, o dispositivo de captura de tráfego DEVE ser capaz de capturar numa velocidade alinhada. Caso o contrário, a integridade da captura será comprometida. O NTM é o primeiro do tipo capaz de capturar até
    20 Gbps de velocidade com nenhuma perda de pacote. Isso possibilita que se confie na integridade dos dados capturados.
  • Latência: Uma grande latência de rede irá afetar a experiência do usuário. O NTM é capaz de medir a latência de direção única, assim como a latência de ida e volta.
CONFIGURAÇÃO DE ANÁLISE MULTISEGMENTADA

a. A configuração pode ser feita ao alocar os NTMs em diferentes segmentos para coleta do pacote de dados. Para coordenar a captura de um NTM múltiplo, afim de se capturar o tráfego e recuperar os pacotes relevantes para análise, inicie o Remote Agent Manager (RAM), depois clique na aba de análise multisegmentada (MSA).

O tráfego de cada segmento acima é capturado através de uma diferente interface no NTM. Múltiplos dispositivos NTM ou múltiplas interfaces de cada NTM podem ser selecionados para coletar pacotes de dados.

b. Coletar o rastreamento de dispositivos NTM e fundi-los em um único arquivo de captura. Isso é usado mais comumente quando as capturas são coletadas de dispositivos situados em diferentes localidades geográficas. Abaixo, segue uma captura que tem dois segmentos com tráfego de ambos os lados do portão PDN. A captura é feita simultaneamente em ambas as interfaces S5 e SGi, a partir das quais o arquivo é fundido.

c. No NTM, abra o arquivo de rastreamento mencionado

d. Uma vez que a captura carregar, permita a multisegmentação para todos os endereços do IP e clique em "Aplicar e salvar as configurações".

e. Isso será o resultado do rendimento. Preste muita atenção à perda do pacote e à coluna de problemas.

f. Essa é uma visualização em escada do tráfego, que se move a partir de um segmento e através de um dispositivo para o outro segmento.

g Rolando a tela pela conversa a procura de problemas. O NTM irá destacar os problemas com a cor amarela. Uma rolagem de tela nessa conversa revela o modelo 639.



O modelo é uma nova tentativa.
h. Para encontrar o próximo problema, pode-se rolar pela tela de visualização em escada ou clicar na conversa e encontrar o próximo problema.

i. Entre os problemas, é provável ver novas tentativas e pacotes fora de ordem.

Veja abaixo:
A unidade #3205 entrou no PGW, mas não o atravessou. O PGW está perdendo pacotes, o NTM pode analizar a perda de pacote e os problemas de latência com essa correlação multisegmentada.

Resumo

A habilidade de extrair e fundir fluxos de múltiplos segmentos fornece uma visão holística do tráfego a partir da fonte através da infraestrutura de rede. A habilidade de realizar um fluxo de tráfego para o disco a partir de múltiplos segmentos a uma taxa de transferência de até 20 Gbps garante que a integridade dos dados seja garantida, permitindo, ainda, que o analista faça as deduções corretas das taxas de transferência e dos gargalos na rede.


 
 
Powered By OneLink