Ferramentas de monitoramento de aplicativos - Ferramentas de gerenciamento e monitoramento do desempenho de aplicativos | NETSCOUT

Monitoramento de aplicativos: Ferramentas de gerenciamento e monitoramento de desempenho de aplicativos

Muito frequentemente, o monitoramento do desempenho da infraestrutura da empresa é limitada aos níveis mais baixos da pilha das sete camadas de rede. No que diz respeito à analise e monitoramento do desempenho de aplicativos, a inclinação natural é focar no monitoramento dos servidores, roteadores, comutadores e outros equipamentos que formam a arquitetura física da rede, assim como os protocolos, links e circuitos que permitem que esses componentes se comuniquem. O que é negligenciado frequentemente, ou tratado como um problema separado, é o monitoramento do desempenho do aplicativo.

Independentemente de quão bem a rede física está planejada e gerenciada, o desempenho geral da rede vai sofrer se os aplicativos que são hospedados na rede, na nuvem ou em uma combinação de ambos e que transmitem informação estiverem comprometidos. Os exemplos de desempenho adverso de aplicativo incluem a execução errônea, que pode completamente incapacitar o aplicativo ou fazer com que servidores ou circuitos se sobrecarreguem, e a utilização imprópria ou não planejada, como quando a equipe transfere grandes arquivos ou há streaming de vídeos, ou quando a demanda de acesso excede as projeções.  Da mesma forma, em um ambiente de nuvem ou híbrido, você pode perder a visibilidade e o controle do que e como está sendo transmitido - muitas vezes resultando em uma má experiência para o usuário final.

Aplicações

As ferramentas para o gerenciamento do desempenho de aplicativos são essenciais para a monitoração e manutenção da integridade dos aplicativos em toda a empresa. Para assegurar a disponibilidade dos aplicativos e a satisfação dos acordos de nível de serviço (SLAs) com todas as partes relevantes, a equipe de TI deve ter seus dedos no pulso de quem está usando o aplicativo, quando o está acessando, onde está localizado, o que está fazendo, e muito mais.

Análise do desempenho de aplicativos

e outras ferramentas de gestão e de monitoramento se tornam ainda mais críticas, à medida que a complexidade de aplicação cresce em ambientes de N-camadas e os serviços passam para a nuvem.  Enquanto se eleva o número de usuários e o tráfego de aplicativo é segmentado em classes distintas de serviço para atender a SLAs, é crucial planejar, gerenciar e monitorar a experiência do usuário final com o conjunto apropriado de ferramentas.

Considerações chaves

Gerenciamento e monitoramento do desempenho de aplicativos

não deve ser conduzida em um vácuo. A análise passiva do lado do usuário e a análise detalhada com base em WAN e LAN são exigidas para lidar com problemas de desempenho ou desvios das linhas de base estabelecidas. Quando

Monitoramento do Desempenho de Aplicativos

de circunstâncias atuais e históricas é integrada a capacidades similares para a infraestrutura física, os problemas podem ser identificados e quantificados rapidamente, e sua fonte isolada à rede, ao servidor ou ao aplicativo em si.

Além disso, a visibilidade não pode ser restrita a apenas aplicativos internos e instalados em data center.  Com a ascensão dos aplicativos de nuvem rapidamentes implantados, é fundamental ter a flexibilidade para monitorar interna e externamente, garantindo a disponibilidade e o desempenho de aplicativos críticos para os negócios, independentemente de onde eles estiverem localizados.

Mau gerenciamento do desempenho de aplicativos

e ferramentas de monitoramento produzem efeitos negativos que podem ser sentidos em toda a empresa - desde a redução de produtividade do funcionário e ineficácia de TI à insatisfação dos clientes e perda de negócios. As ferramentas de gerenciamento do desempenho dos aplicativo podem ajudar proativamente a evitar problemas e abrandar seus efeitos, facilitando reações rápidas e precisas quando surgem circunstâncias anômalas, mas somente quando as ferramentas de monitoração e gerenciamento do desempenho de aplicativos levam em conta as seguintes considerações chave:

  • Princípios básicos e disponibilidade do aplicativo (monitore e meça regularmente o desempenho nominal horizontalmente, através de toda infraestrutura distribuída, e verticalmente através de todo o empilhamento da rede de sete camadas, à medida que o ambiente de funcionamento evolui com o tempo)
  • Medição do tempo em ida e volta (determine quanto tempo leva para que o tráfego do aplicativo saia da fonte até o destino e vice-versa) para aplicações internas, SaaS e híbridas
  • Disponibilidade de serviço para aplicações internas, SaaS e híbridas
  • Análise de aplicativos pela classe de tráfego (monitore e gerencie quanta largura de banda os aplicativos de voz, vídeo, internet, FTP e streaming estão usando, em tempo real e historicamente, para cada classe de serviço de modo a promover a eficiência máxima da rede).
  • Reconhecimento da classe incorreta de ajustes do serviço (assegure-se de que os aplicativos não estejam iniciando problemas de desempenho porque foram configurados de forma errada, devido a uma classe errônea de atribuição do serviço)
  • Em muitos casos, estas ferramentas de monitoração de desempenho dos aplicativos podem identificar a causa original dos problemas, mas alguns casos exigem ferramentas de inspeção de pacotes. Tipicamente, estes decodificadores básicos do pacote fornecem uma visão das transações no nível do pacote que, frequentemente, são úteis, mas são insuficientes para fornecer a informação necessária para a solução rápida de problemas de aplicativos. Ferramentas mais avançadas de monitoramento e gerenciamento do desempenho de aplicativos podem fornecer uma análise da camada mais elevada de um aplicativo, o que pode acelerar em muito a resolução de problemas.
 
 
Powered By OneLink